segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Exmo. Senhor Provedor do Telespectador,

Aquando do falecimento do cineasta Fernando Lopes, a RTP-2 rendeu-lhe a devida homenagem com a exibição de um documentário e um dos seus filmes, se bem me lembro, "O Fio do Horizonte".
Agora que outro grande vulto do cinema português – Paulo Rocha – nos deixou, constato decepcionado que não foi tomado idêntico procedimento, como seria expectável e razoável no serviço público de televisão. Eu, se estivesse na direcção de programas, teria exibido, no mínimo, um destes filmes: "Os Verdes Anos", "Mudar de Vida" (ambos com música de Carlos Paredes) ou "A Ilha dos Amores", baseado na vida do escritor Wenceslau de Moraes em terras nipónicas. Agora nada?! Nem sequer um documentário biográfico (que o há no arquivo, a menos que tenha sido entretanto destruído)?! É de bradar aos céus! É caso para dizer que o serviço público de televisão está actualmente a ser dirigido por gente muito incompetente...

Com os melhores cumprimentos,

Álvaro José Ferreira

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial