quarta-feira, 3 de agosto de 2011


O Grupo Trovas do Minho - Grupo de Fados e Cantares de Coimbra - é constituído por indivíduos que após terminarem a sua formação académica ou actividade profissional, se fixaram na Região do Minho.
Quis o destino que uma ilustre freguesia do Concelho de Guimarães, Serzedelo, fosse o elemento unificador deste projecto, não só por se tratar do local de residência da maior parte dos seus elementos, mas também por estarmos perante uma localidade, com uma assinalável tradição no que diz respeito a intérpretes ou executantes deste género musical.
Relativamente à Filosofia deste grupo, devemos referir que pretendemos representar o estilo musical "Canção de Coimbra" na nossa área de influência; invocando a nossa região; o Minho, a nossa iminente Portugalidade, assim como todo o imaginário associado à Canção de Coimbra; enfatizando o seu reportório tradicional minhoto, numa lógica de rigor estético, reportório abrangente e assinalável qualidade musical.
Quanto à legitimidade de um grupo de Fados de Coimbra, afecto à Cidade de Guimarães e à Vila de Serzedelo; devemos explanar que o fado de Coimbra, nasceu da fusão entre a matriz cultural da Cidade de Coimbra e as músicas que estudantes (oriundos de diversas localidades de Portugal Continental e Terras Ultramarinas) traziam das suas regiões. A canção popular minhota, a canção das beiras, um vira, uma chula, uma trova ou balada, ganham nova roupagem através desta canção, para num trinar de acordes simples ou rebuscados, expressarem emoções e sentimentos comuns ao sentir Lusitano.
E como diz Manuel Alegre:
"O fado (ou canção) de Coimbra é tanto mais de Coimbra quanto mais de toda a parte, tanto mais nosso quanto mais de todos".
Neste sentido, os Trovas do Minho - Grupo de Fados e Cantares de Coimbra, tem o gosto de convidar todos os interessados, a estarem presentes na Serenata ao Emigrante, a realizar dia 14 de Agosto próximo, pelas 21:30H, na Igreja nova da Vila de Serzedelo - Guimarães, sendo a entrada livre.
Este espectáculo pretende, na sua essência, homenagear a nossa vasta comunidade emigrante, brindando-a com um momento de cultura, aos olhos da Canção de Coimbra, numa celebração com alma, brio e sentido teatral.

Segue-se o nome dos componentes do grupo:

Vozes:
Filipe Monteiro
Luís de Campos
Carlos Cidade

Instrumentos:
David Abreu - Viola Dedilhada
Pedro Santos - Guitarra Portuguesa
Domingos Machado - Guitarra Portuguesa
Horácio Andrade - Viola Dedilhada.

Luís de Campos

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial